Bem vindo ao Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu (CEASB)

Fundado em 1º de março de 1996, o Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu (CEASB) completou 19 anos em atividade, comprometido com a defesa de direitos sociais, ao meio ambiente e ao patrimônio cultural.

O Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu (CEASB), é uma instituição civil sem fins lucrativos, e que tem como principal finalidade a promoção e a defesa de bens e direitos sociais, relativos ao meio ambiente e ao patrimônio cultural.  Desenvolve projetos e atividades de educação ambiental, cultura, mobilização social, pesquisa, economia solidária e comunicação que contribuam para a construção de uma sociedade justa, baseada no desenvolvimento sustentável, no respeito à vida e à diversidade cultural. Focaliza sua atuação nos Estados de Alagoas e Bahia, tendo como principais linhas de ação:

  • Educação Ambiental, ação cultural e comunicação
  • Geração de renda: incubação de empreendimentos
    de catadores de materiais recicláveis.
  • Mobilização social pelo direito à moradia.
  • Promoção dos direitos das crianças e adolescentes:
  • Promoção de políticas públicas de Economia Solidária
  • Articulação em Fórum e Redes.

O CEASB é Membro do Conselho Municipal de Economia Solidária de Maceió, do integra o Coletivo de Educadores em Economia Solidária e da Rede Alagoana de Pontos de Cultura.

Inscrição no Conselho Nacional de Meio Ambiente – CONAMA – Portaria 195 de 28/08/96.

PROJETOS ATUAIS

Projeto Rede de Adolescentes por uma Cidade Justa e Sustentável: uma parceria com o UNICEF, Programa Plataforma dos Centros Urbanos, o CEASB apoia a organização dos adolescentes e jovens pela redução das desigualdades sociais em cinco territórios de Maceió.

Projeto Reciclar e Educar: O CEASB é parceiro da Cooperativa dos Catadores da Vila Emater – Coopvila patrocinado pela Petrobras.

Ponto de Cultura Guerreiros da Vila:: Entre 2005 e 2009 o CEASB desenvolveu o projeto Ponto de Cultura Guerreiros da Vila em parceria com o Ministério da Cultura. Hoje participa da Rede Alagoana dos Pontos de Cultura, trabalho que continua com o Projeto Baú dos Guerreirinhos, iniciativa de incentivo à leitura realizada em conjunto com a Associação de Moradores e Cooperativa dos Catadores da Vila Emater com o apoio da ong Moradia e Cidadania.

HISTÓRICO

O CEASB tem origem no Movimento de Defesa do Parque São Bartolomeu/Pirajá, localizado no Subúrbio Ferroviário e Pirajá, em Salvador, Bahia. Criado em 1987 por intelectuais, lideranças comunitárias, representantes de religiões de matriz africana e cristãs, o movimento tinha como objetivo a proteção e revitalização de um dos territórios mais significativos da história, natureza e cultura local, santuário das religiões afro-brasileiras e reserva da Mata Atlântica na Bahia.

O CEASB desenvolveu, entre os anos 1996 e 2000, o Programa Memorial Pirajá, em cooperação com o CEAO – Centro de Estudos Afro-Orientais da Universidade Federal da Bahia, voltado para a mobilização social e preservação do Parque São Bartolomeu / Pirajá e a parceria com o UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Educação, Fundação Odebrecht, UNESCO, Fundação Clemente Mariani e Prefeitura Municipal de Salvador.

O programa realizou atividades de capacitação continuada de professores da rede pública do entorno do parque; a formação de guias e guardiães do parque, incentivando o protagonismo jovem e a gestão ambiental participativa, mobilizando representantes das comunidades, das religiões de matriz africana, associações de moradores e outras instituições da sociedade civil nos Seminários O Parque Que Queremos, levantando propostas para a proteção, implantação e gestão democrática do parque.

ATUAÇÃO EM ALAGOAS

O CEASB atua em Alagoas desde 1997. Desenvolveu o Programa de Educação Ambiental Lagoas na região do Complexo Estuarino Lagunar Mundaú/Manguaba e assessora, desde 1999, o movimento dos catadores e moradores da Vila Emater na sua luta por inclusão social apoiando a Associação dos Moradores da Vila Emater II, a Cooperativa dos Catadores da Vila – Coopvila.

O CEASB exerceu a secretaria executiva do Fórum Lixo e Cidadania de Alagoas entre os anos 2001 e 2004, participando da organização da I Conferência Estadual de Resíduos Sólidos de Alagoas e construção de política pública de gestão integrada de resíduos sólidos com inclusão social dos catadores, desde então. Em parceria com a Chesf e o Fundo Nacional do Meio Ambiente o CEASB desenvolveu projetos para a criação e fortalecimentos de cooperativas de catadores em Maceió, assessorando a comissão estadual dos catadores.

O CEASB E A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Entendemos a educação ambiental como um processo de mobilização social e de capacitação dos cidadãos para a gestão do ambiente onde vivem, fundada no protagonismo, na construção da autoria e autonomia dos sujeitos, no desenvolvimento de uma nova cultura de participação.

Para o CEASB, a educação ambiental pressupõe a inserção dos sujeitos na dinâmica social, o enfrentamento dos problemas ambientais locais, entendidos como produtos de um sistema de relações econômicas, ambientais e sociais mais amplo. Nesta concepção, é preciso incentivar os cidadãos a ultrapassar a contemplação dos problemas e a refletir/atuar para a transformação do seu mundo.A memória, gestão social e sustentabilidade formam o tripé que permite a formação de gestores – da vida, do ambiente: a gestão social, fundamentada no fortalecimento dos sujeitos, na participação na tomada de decisões e na ação local; sustentabilidade, baseada na interação entre cultura e natureza e na equidade social e a memória, como fator de compreensão e de afirmação das identidades, respeito à diversidade de culturas e saberes e fortalecimento do sentimento de territorialidade.

A educação ambiental se realiza num movimento continuado de ação e reflexão, individual e coletivo, tendo como motivação maior a realização de uma utopia – a construção de um mundo mais justo, social e ambientalmente sustentável.

REPRESENTAÇÕES EM CONSELHOS e FÓRUNS

  • Conselho Municipal de Economia Solidária – representante das entidades de assessoria e apoio. 2010-2012 e 2013-2015.
  • Membro da Comissão de Articulação da Plataforma dos Centros Urbanos, uma iniciativa do UNICEF em parceria com a Prefeitura Municipal de Maceió.2014/2015
  • Membro da Coordenação Estadual Fórum Alagoano de Economia Solidária e do Coletivo de Educadores em Economia Solidária.2010-2012.
  • Membro da Coordenação Nacional do Fórum Brasileiro de Economia Solidária – 2010-2012.

REPRESENTAÇÕES ANTERIORES

  • Membro do Conselho Estadual do Pacto Um Mundo Para a Criança do Semi Árido, instituído pelo Governo do Estado de Alagoas em cooperação com o UNICEF.
  • Secretaria Executiva do Fórum Lixo e Cidadania em Alagoas. Out/2001 a dez de 2004.
  • Representação da Sociedade Civil no Conselho Estadual e Recursos Hídricos do Estado de Alagoas. Dezembro 2000 a Jan 2003.
  • Suplente da representação da Sociedade Civil no Comitê de Bacia do Rio Coruripe, em Alagoas. Abril de 2003 – 2005.
  • Suplente da representação da Sociedade Civil no Conselho Municipal de Proteção Ambiental de Maceió – COMPRAM 2006/2008.

PRÊMIOS

  • Prêmio ANU 2013. Concedido pela Central Única de Favelas CUFA ao CEASB, pelo desenvolvimento do Projeto Baú dos Guerreirinhos.
  • Prêmio Pontinho de Cultura – Projeto Baú dos Guerreirinhos. Ministério da Cultura, 2011.
  • Premio FERFA de Meio Ambiente 2002. Governo do Estado da Bahia – Centro de Recursos Ambientais CRA. Categoria: Atuação Sustentável. 1º Lugar. Projeto de Educação Ambiental e Mobilização Social A Bacia que Queremos.
(82) 3355-5196 | ceasb.al@ceasb.org.br | Avenida Gen. Luiz de França Albuquerque Rod. AL 101 Norte, 9.005, CEP 57039-230, Riacho Doce, Maceió, Alagoas.
CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL SÃO BARTOLOMEU © 2015 CEASB.org.br - Todos os direitos reservados
CNPJ: 01.123.585/0001-08