Ponto de Cultura Guerreiros da Vila

O Ponto de Cultura Guerreiros da Vila tem origem no trabalho desenvolvido em conjunto com o Fórum Lixo e Cidadania de Alagoas durante a Campanha Criança no Lixo, Nunca Mais. (UNICEF) na comunidade da Vila Emater II, constituída por catadores que trabalhavam no lixão de Maceió.

Desenvolvido pelo CEASB em parceria com a Associação de Moradores e a COOPVILA – Cooperativa de Catadores da Vila Emater, o PC Guerreiros da Vila atua na perspectiva da valorização cultural da comunidade, construção de política pública para inclusão dos catadores e defesa dos direitos das crianças e adolescentes e jovens.

A Vila Emater II e os catadores de materiais recicláveis

Localizada entre os bairros de Jacarecica e Sitio São Jorge, a Vila Emater é local de moradia dos 245 famílias, a maioria constituída por catadores do antigo lixão de Maceió.

Nesse local, as famílias resistiram por muitos anos enfrentando a fome, violência. A trabalho infantil, desnutrição, precariedade nos serviços de saúde, saneamento e educação são alguns dos inúmeros problemas ainda hoje enfrentados pela comunidade, que recentemente conquistou o direito a permanecer no local e de construir suas moradias.

O ponto de cultura busca fortalecer laços de solidariedade entre os moradores, construídos ao longo de uma história de resistência e luta pela conquista dos seus direitos à moradia digna, saúde, educação e cultura.

Funcionou, inicialmente, num circo-escola, instalado na sede do Clube da OAB – Ordem dos Advogados, em Jacarecica. Promoveu a formação continuada e oficinas de música, artes circenses, letramento, formação para o trabalho e fotografia. Incentiva jovens e adolescentes a pensar o seu lugar, seus sonhos e projetos, desenvolver vocações e interesses, no sentido de agir sobre o que está mais próximo e compreender suas conexões com o mundo.

Ações do Ponto de Cultura

O Ponto de Cultura Guerreiros da Vila promove ações culturais articuladas com atuação política. Possibilita expressões estéticas e criativas que potencializam as ações do cotidiano no sentido da mudança social.

Mobilizando os saberes e imaginários dos sujeitos envolvidos, a metodologia está pautada no fazer refletido e desenvolvimento da autoria / autonomia dos jovens participantes; na valorização da cultura e construção de projetos coletivos e pessoais, de modo que os atores possam não só identificar os problemas e suas causas, mas assumir uma postura participativa para enfrentamento dos problemas em busca da sua superação.

Hoje, o Ponto de Cultura focaliza sua atuação na Vila Emater, em Jacarecica. Agregou novos parceiros, fortalecendo organizações locais nas seguintes iniciativas:

Baú dos Guerreirinhos – desenvolve atividades de incentivo à leitura e de valorização da cultura da infância; realizada oficinas de música, brinquedos e brincadeiras, dança, teatro e cinema atendendo a 80 crianças e adolescentes. Promoveu a formação de jovens brincantes, contadores de histórias e a formação do coral Criança Alegria em parceria com a Escola Municipal Audival Amélio, a Associação de Moradores da Vila Emater e a COOPVILA.

Teatro do Ciclo: Constituído por catadoras integrantes da COOPVILA, o grupo de teatro Guerreiras da Esperança: encenou a peça Histórias Recicladas, apresentada em escolas, sindicatos e outros espaços, fortalecendo a conquista de direitos e de parceiros da coleta seletiva em Maceió. A iniciativa conta com o patrocínio da Petrobras e parceria com o Grupo de Teatro Munganga, de Amsterdã, Holanda. Link para site Coopvila.

(82) 3355-5196 | ceasb.al@ceasb.org.br | Avenida Gen. Luiz de França Albuquerque Rod. AL 101 Norte, 9.005, CEP 57039-230, Riacho Doce, Maceió, Alagoas.
CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL SÃO BARTOLOMEU © 2015 CEASB.org.br - Todos os direitos reservados
CNPJ: 01.123.585/0001-08